O que é a cura do Tijolo Ecológico?

O que é e qual a importância da cura do tijolo ecológico? É realmente necessário?

A cura do Tijolo Ecológico é um procedimento que visa melhorar o seu processo de endurecimento deixando-o mais resistente e firme. O objetivo é retardar a evaporação da água usada no preparo da mistura, garantindo a completa hidratação do cimento e as reações químicas necessárias entre todos os componentes. Ela deve ser feita pelo menos ao longo de 7 dias após o tijolo ecológico ter sido compactado. Esse procedimento é previsto inclusive nas normas técnicas que orientam sobre a fabricação do tijolo ecológico, especificamente a NBR 10833 da ABNT. Quando deve-se iniciar o processo de cura e como pode ser feito?

Nós da Verde Equipamentos afirmamos, com base em estudos técnicos e anos de experiência, que a cura não é necessariamente apenas o ato de molhar o tijolo ecológico, entendemos que a cura inicia-se logo após a compactação e envolve principalmente o processo de diminuir a perda de água já presente nos tijolos ecológicos.

Existem dois agentes nocivos que fazem o tijolo ecológico perder água rapidamente após a compactação, são eles o sol e o vento. Ou seja, bons fabricantes de tijolos ecológicos anulam a ação desses dois agentes nocivos de forma simples e barata, utilizando plásticos para cobrir aqueles tijolos recém compactados e empilhados ao final da produção, fazendo dessa forma já inicia-se o processo de cura.

Entendido, então a idéia de cura é minimizar a perda de água já utilizada na compactação dos tijolos ecológicos, mas se eu quiser molhá-los, posso? Quando poderia começar a molhar e como?

Uma coisa é certa, não se terá nenhuma perda de qualidade se deseja molhá-los, a idéia é apenas de mais ganho em qualidade.

É importante dizer que caso molhe, essa operação deverá ocorrer no outro dia após a fabricação dos tijolos ecológicos, não se deve em hipótese nenhuma molhá-los no mesmo dia da fabricação, se fizer isso atrapalhará o período inicial de pega do cimento.

Você já deve ter lido que existem dois processos de cura do tijolo ecológico, o de aspersão que consiste em molhar com um esguicho ou regador por 7 dias e o imersão que seria mergulhá-los em um tanque e deixá-los por volta de 10 minutos imersos, fazendo essa operação uma única vez. Qual o melhor processo de cura? É realmente necessário ou não molhá-los? Mas aqui, novamente, traremos outra informação reveladora e muito técnica

A única maneira precisa, responsável, segura e técnica de responder e afirmar algo sobre isso é quando já se fez testes e comparativos utilizando os diferentes meios de cura e submetendo-os ao ensaio em laboratório. Veja como é importante a atuação do laboratório, principalmente para o fabricante de tijolo ecológico, a fim de determinar o melhor método para o processo de produção do tijolo ecológico. É a única maneira de se produzir com economia, segurança e qualidade. Para que entenda, porque utilizar água no processo de cura se os tijolos que foram molhados tiveram a mesma resistência dos que não foram? Ou se ocorreu o contrário, os tijolos que foram molhados tiveram um ganho de resistência muito maior em relação aos que curaram sem molha? São possibilidades que podem ocorrer, e claro, podem conduzir a economia de água, economia de processos, economia de cimento, etc.

Voltamos a repetir, você não precisa se preocupar, nós somos o único fabricante que acompanhamos e facilitamos o acesso a uma estrutura completa, inclusive de laboratórios, para que os nossos clientes trabalhem com tijolos ecológicos confiáveis, seguros, econômicos e dentro das normas. Se têm interesse em se tornar um fabricante de tijolo ecológico ou comprar tijolos ecológicos com qualidade e precisa de mais informações sobre o assunto fale agora conosco.

Deixe uma resposta